Samsung encerra 2017 superando Intel como maior fabricante de chips do mundo

A Samsung se consolidou como a maior fabricante de chips do planeta, superando a Intel no comparativo anual pela primeira vez em 26 anos. O resultado já era projetado desde julho, quando a coreana também alcançou a liderança, mas, na ocasião, apenas no consolidado trimestral.

Segundo a consultoria Gartner, a ultrapassagem se deu pela alta nos preços de chips de memória, que lidera a produção de memórias DRAM e armazenamento flash NAND. O relatório indica que as memórias DRAM aumentaram 44% em preço entre 2016 e 2017, enquanto o flash NAND viu seu preço subir 17%.

O estudo mostra como a receita da Samsung com a produção de semicondutores aumentou de forma violenta no último ano. Se em 2016 a empresa faturou US$ 40,1 bilhões, em 2017, a companhia coreana viu a soma disparar para US$ 61,2 bilhões, com uma alta de 52,6% em um ano.

Reprodução

Ao mesmo tempo, a Intel manteve-se praticamente estagnada na comparação ano a ano. Em 2016, a fabricante teve um faturamento na casa de US$ 54,1 bilhões, que subiu para US$ 57,7 bilhões, com um aumento discreto de 6,7%.

Isso dito, o analista Andrew Norwood, vice-presidente de pesquisa na Gartner, diz que a vitória da Samsung pode não durar muito. Pelo fato de que a liderança veio graças a um aumento súbito de preço, assim que os valores se estabilizarem em um patamar normal, a Intel deve recuperar o topo. “O preço das memórias deve começar a cair em 2018, inicialmente para armazenamento flash NAND e em 2019 para memória DRAM conforme a China expandir sua capacidade de produção”, diz o Norwood.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ