Alguns celulares não rodam Netflix em HD; entenda o motivo

Talvez você nunca tenha percebido, mas muitos smartphones Android não conseguem rodar vídeos em alta definição em plataformas de streaming, incluindo serviços como Netflix e o Google Play Filmes. E o problema tem a ver com direitos autorais.

Trata-se de um protocolo contra pirataria utilizado pelo Google. Todo serviço de streaming utiliza esses sistemas de segurança, chamados de DRM - Digital Right Management ou, gerenciamento de direitos digitais na sigla em inglês. O próprio Android conta com um sistema do tipo, que visa garantir a legitimidade dos vídeos.

Há vários tipos de DRM, pois o pacote pode ser configurado de maneiras diferentes. Por exemplo, alguns restrigem a utilização de arquivos, outros não permitem cópia alguma, outros não permitem conversão de formatos. Uma das empresas mais difundidas em DRM chama-se Widevine, fundada em 1999, comprada em 2010 pelo Google para dar origem ao protocolo Google Widevine. 

Há até três níveis de proteção no Widevine. Chamados de L1, L2 e L3, o Android usa apenas o primeiro ou o terceiro nível. No Google Widevine L1 os vídeos são processados usando uma série de protocolos de segurança, utilizado um decodificador (chamado de codec) e o vídeo irá funcionar normalmente em alta resolução. Mas o nível L3 utiliza uma programação que não consegue alcançar a criptografia de hardware e assim, o vídeo vai até funcionar, mas não vai ser executado em alta definição. Ou seja, para uma reprodução de vídeo correta, nosso celular precisará do nível L1.

Infelizmente nem todos os telefones Android adicionam o L1, sendo limitados ao nível 3, com o qual a qualidade é cortada. Isso tem uma implicação direta na resolução dos vídeos da Netflix, Google Play Filmes ou o Amazon Prime Video. No Youtube isso não acontece porque a plataforma utiliza codecs diferentes.

Como verificar se o seu smartphone pode excutar vídeos da Netflix em alta definição (HD)

É possível comprovar qual o nível de segurança DRM que o nosso Android utiliza por meio do aplicativo DRM Info. Ao executá-lo, uma tela mostra vários dados, mas o que importa para nós está no final da página, que exibe o nível de segurança. Se estiver escrito L1, o smartphone poderá exibir vídeos do Netflix em HD ou resolução superior. Mas se estiver como L3, não será possível assistir vídeos em alta definição.

 Reprodução

Também é possível verificar isso acessando diretamente o Netflix. Se o seu telefone tem uma tela Full HD ou superior e você verificar que o vídeo exibido está pixelado ou até mesmo um pouco desfocado, então é bem provável que seu aaprelho não use o protocolo L1. A própria Netflix tem uma série de vídeos de teste chamada Test Patterns, onde a resolução aparece no canto superior da tela.

Quais aparelhos Android podem excutar vídeos em HD no Netflix

Os processadores precisam ser compatíveis com o Widevine L1. Para assistir vídeos em HD ou resolução superior em Androids, a própria Netflix recomenda aparelhos com processadores Qualcomm Snapdragon, modelos 630, 660, 670, 835 ou 845. Apesar disso, é bom dizer que celulares como o Huawei P20 Lite, Xiaomi Mi A2 ou o Pocophone F1 não são compatíveis com o Widevine L1. Enquanto outros como o Xperia XZ2, Galaxy S9 ou Huawei Mate 20 Lite são.

O fabricante tem a possibilidade de adicioná-lo, mas muitas optam por não fazê-lo por questão de recursos e tempo de implementação. Não é uma questão de licenciamento, mas de implementação. A OnePlus, por exemplo, acabou atualizando seus telefones mais recentes, mas hoje, empresas como Xiaomi continuam sem adicionar suporte a Widevine L1 e, portanto, não podem executar vídeos do Netflix em HD.

Até o momento há apenas duas soluções para o caso. Aguardar o fabricante de seu aparelho ataulizar o sistema ou assistir o Netflix pelo navegador web em vez do app. Mas essa última é apenas paleativa. Porque é preocupante verificar que a indústria não padronizou algo para plataformas de streaming tão difundidas e que alguns usuários tenham que assistir a vídeos em resolução inferior à tela que seu aparelho oferece.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ